Chora Meu Cavaco - Vem Tocar Com a Gente!

Maria Rita

Maria Rita
Maria Rita

Maria Rita Camargo Mariano (São Paulo, 9 de setembro de 1977) é uma cantora,produtora musical e empresária brasileira, filha da cantora Elis Regina e do arranjador e pianista César Camargo Mariano, irmã do cantor Pedro Mariano, meia-irmã do produtor e empresário João Marcelo Bôscoli, do instrumentista Marcelo Mariano e da produtora Luísa Camargo Mariano. É casada com Davi Moraes, pai de sua filha caçula, Alice. Também é mãe de Antonio, fruto de um casamento anterior.

Maria Rita começou a cantar profissionalmente com cerca de 24 anos, mesmo tendo esse desejo desde sempre. O peso do berço musical em que nasceu, principalmente da carreira da mãe, muito famosa no Brasil, influenciou o adiamento de sua obra. Segundo a própria: "[...]sempre tive a consciência de ser a única filha mulher de uma grande cantora[...]". Por isso, desde cedo, muito cobrada a soltar a voz, esperou ter a certeza de que a música era essencial em sua vida. Antes de se tornar cantora profissional, Maria Rita se formou emComunicação Social e em Estudos Latino-Americanos na Universidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, onde morou desde os 16 anos e até o fim do curso. O sucesso na música veio à altura de seu talento, e Maria Rita logo consagrou-se como grande ícone da música brasileira.

Ganhadora de onze prêmios Grammy Latino, incluindo de Melhor Artista Revelação (única brasileira na história a conseguir vencer essa categoria), Maria Rita já vendeu milhões de CD's e DVD's, no Brasil e no mundo todo, e é considerada uma das maiores vozes e intérpretes de sentimento da atualidade.

Vida Pessoal

Desde criança, Maria Rita já estava sob a luz dos holofotes. Filha de Elis Regina e César Camargo Mariano, sempre sentiu a responsabilidade de nascer num berço musical de ouro. Perdeu a mãe com apenas 4 anos de idade, e, desde então, sua vida virou de cabeça para baixo. A mídia e o público estavam comovidos com a morte de Elis Regina, e a exposição de sua família foi quase que inevitável, apesar de discrição e cuidado serem defendidos bravamente por César, seu pai. As exigências da parte de muitos também começaram a partir desse momento. Maria Rita foi constantemente bombardeada com a cobrança das pessoas de que cantasse, ao que ela revidava, rebeldemente, com negativas, apesar de ser esse, também, seu desejo. Chegou a ser backing vocal de uma banda do irmão, Pedro Mariano, aos 13 anos, mas tinha a consciência de que seria difícil embarcar numa carreira musical sem absoluta segurança e necessidade, pela proporção que tomou o nome desua mãe no Brasil. Maria Rita sentia que tinha a responsabilidade de carregar o nome da família de forma honrosa, pela bela história já escrita; o grande problema é que a maioria das pessoas via nela a continuação dessa história.

Entre 1993 e 1994, por 10 meses, fez estágio na Revista Capricho, e, quase em seguida, com 16 anos, teve de sair do Brasil, pois seu pai precisou viajar a trabalho e, como era menor de idade, foi junto. A expectativa era de ficar até os 18 anos, o que não aconteceu, e acabou por estender a temporada. Queria cursar Jornalismo em Nova Iorque, mas, pela falta de vaga, acabou optando por Comunicação Social, com a esperança de transferir-se para a formação antes desejada, já que ambos os cursos têm o primeiro período de igual conteúdo. Quando houve a oportunidade da troca, já estava apaixonada por Comunicação Social, e decidiu concluir. Ganhou bolsa de estudos por boas notas e, anos depois, estava formada também em Estudos Latino-Americanos. Foi nessa época que estagiou na gravadora com a qual, mais tarde, assinaria contrato, a Warner Music, no departamento de divulgação. Durante o período da faculdade, Maria Rita tinha sua voz admirada pelos amigos de universidade, e chegou a participar, por insistência deles, de um show de calouros, do qual saiu vitoriosa, cantando, acapella, uma música gravada por sua mãe, "Velha Roupa Colorida". Segundo Maria Rita, a estadia nos Estados Unidos, onde sua família não era famosa, permitiu a busca de conquistas próprias, e a segurança de que precisava para voltar ao Brasil e se tornar, enfim, cantora.

Depois de aproximadamente 8 anos morando no exterior, Maria Rita torna ao Brasil com a certeza e a necessidade de cantar.

Maria Rita se tornou mãe em 2 de julho de 2004, dando à luz Antonio, nascido na capital paulista, fruto de sua já finalizada relação com o cineasta Marcus Baldini.

Em 2011, iniciou um relacionamento com o músico Davi Moraes, pai de sua filha, Alice, nascida em 10 de dezembro de 2012, no Rio de Janeiro.

Carreira

Maria Rita começou a cantar profissionalmente aos 24 anos. Não acha que foi tarde. Em suas palavras: "Sempre quis cantar. Mas a questão não era querer. Era por quê. Não gosto de fazer nada sem ter um porquê. O motivo passou a existir quando percebi que ficaria louca se não cantasse". O início de tudo se deu com apresentações em parceria com o músico Chico Pinheiro e a cantora Luciana Alves, e, mais tarde, lançou um show solo, intitulado "Jeans e Camiseta". Também foi apadrinhada por Milton Nascimento, que a convidou para participar de seu disco "Pietá" e de algumas apresentações. Segundo o Estadão: "Todas as gravadoras, as grandes e as pequenas, querem contratá-la. Todos os músicos querem tocar com ela e todos os compositores querem que ela cante suas canções. Todos os palcos a desejam. O público espanta-se: ela é um fenômeno. Seu canto é deslumbrante, um raríssimo composto de ternura e expressão incisiva. Houve uma mulher que cantava assim. O nome dela era Elis Regina, mãe de Maria Rita. Dá-se, com ela, um caso fora do esquadro. Num tempo em que a indústria da música joga fora os talentos e não arrisca um centavo em novidades, ela é a novidade bem-vinda e o talento em que vale a pena apostar". Antes de lançar o primeiro CD, já era sucesso estrondoso, e foi vencedora do Troféu APCA de 2002 como Artista Revelação. No ano seguinte, assinou com a gravadora Warner Music Brasil e seu primeiro disco começou a ser produzido.

O aprendizado, para Maria Rita, se deu de maneira instintiva e informal. Segundo ela, quando era jovem, pediu ao pai que lhe ensinasse a tocar piano. Diante de uma negativa, perguntou se o problema era ele não ter tempo, ao que o pai lhe respondeu que, se a questão fosse tempo, o conseguiria. O problema é que ele "aprendera sozinho" e não teria o que lhe passar. Maria Rita seguiu trilha parecida. Sem uma instrução musical formal, simplesmente subia no palco e soltava a voz. Apesar disso, a cantora, mais tarde, já profissional, tomou aulas de canto, para aperfeiçoar sua técnica e respiração, e "não deixar o instrumento perecer antes do previsto".

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Maria_Rita

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Twitter

Partituras de Maria Rita

Álbuns de Maria Rita

Partituras

Cifras

Um Doce Sabor

Katinguelê

Katinguelê

Um Doce Sabor

Tchau e Bença

Exaltasamba

Pagode do Exalta

Tchau e Bença

Diz Por Quê

Casa Nossa

Casa Nossa

Diz Por Quê

Zé do Caroço

Grupo Revelação

Revelação - Ao Vivo - Olimpo

Zé do Caroço

Aliança das Mares

Biro do Cavaco

Biro do Cavaco

Aliança das Mares

Reconciliação

Os Originais do Samba

Os Originais do Samba

Reconciliação

Anuviou / Canto dos Imortais

Katinguelê

Katinguelê

Anuviou / Canto dos Imortais

Veja + Cifras

Olá, deixe seu comentário para Maria Rita

Enviando Comentário Fechar :/

Veja Também Outros Artistas Relacionados!

Veja mais artistas relacionados em nossa galeria!